Pensamentos, idéias, histórias... Nathalhices!

Minhas aventuras pela Terra Santa!

sábado, novembro 11, 2006

Batman, o retorno

Minha vida é um filme. Não, não, novela. Pode ser. Entre as mexicanas e os sitcoms americanos (mais especificamente Sex and the Holy City - não quero saber de cópias, esse vai ser o nome no meu livro!!!).

Ontem me deliciei na Parada Gay aqui em Jerusa. Cada delícia, literalmente. Triste. Daí repensei nos motivos das minhas aventuras sem fim. Ok, ok, é divertido. Mas aqui tá chegando o inverno, galera. E o inverno aqui pega. Além do mais, já estou comemorando 4 anos de solteira. Nem que seja só pra temporada, vai. Tá na hora.

A verdade é que agora eu identifico as causas da minha solteirice crônica:
1) Realmente, o que o Brasil tem de malandros, Israel tem de bichas.

2) Depois de uma série de 'relacionamentos' com caras comprometidos, sei que até os mais santos traem as namoradas. E sei quão boa é a parte da amante. Pra que que eu vou deixar de ter parte boa pra ser corna?

3) Descobri que eu não suporto mais bagunça. Isso é novo, de morar sozinha e ter sempre que limpar e cuidar de tudo, mas aconteceu. Uma vez que eu vejo a cama desfeita, a louça fora do lugar, um queijo mal fechado na geladeira, um boiler que esquecem ligado... Eu fico louca! E olhem, vocês sabem como eu era.
Durante toda a minha faculdade, eu fui dormir na cama da minha mãe porque a minha era uma montanha de roupas. As pessoas mudam, há de existir esperança nesse mundo! O que é que isso tem a ver com a solteirice? Não vou suportar ninguém vindo bagunçar a minha casa!!!

4) Quando eu conheço alguém, imagino o que seria daqui a 5 anos e multiplico os defeitos da pessoas por 5. Daí já penso 'Shiiii, não vou aguentar'. Afinal, sempre pode ser que encontre alguém melhor. Por sinal, esse negócio de ficar com um só e abrir mão de todas as outras possibilidades é meio assustador. Especialmente na minha idade. Outro dia já estava conversando com o meu vizinho sobre isso, que agora qualquer relacionamento que a gente tem acaba tendo um peso muito maior, o peso da idade. Foda.

5) Se a pessoa passa por todos os quesitos anteriores, eu dou um jeito de assustá-la tremendamente. Quando eu gosto de alguém, eu digo que odeio. Esse fenômeno foi observado algumas vezes nos últimos meses, até que ontem meu amigo Paulo me perguntou se não era uma defesa. E tá aí, acho que ele acertou em cheio. Eu dou um jeito de afastar a pessoa. Agora já sabem, se eu disser que odeio vocês, não acreditem! Se eu disser 'você não tem idéia do quanto eu te odeio', aí... Apaixonei.

Eu disse isso ontem. Acordei e fui pra Parada Gay. Depois que voltei pra casa e mandei a matéria pro Jotinha, recebi a visita do meu querido amigo Avi e ele me carregou à força pro Yoshua.

O Yoshua é um dos poucos pubs que eu frequento nesse vilarejo, desde que eu cheguei em Israel. De uns tempos pra cá, andei escutando que ele tem fama de ser o maior pick-up bar de Jerusa. Sabem o que é isso, né? (Pra quem pensou `não' = pegar e levar pra casa)

Não sei se sou ingênua ou horrorosa, mas nunca saí de lá com ninguém. Enfim. Fomos eu, Avi, meu flatmate Shay (que, por sinal, ontem cozinhou batatas ao forno com frango e arroz, delícia! Será que o fato de eu não saber cozinhar também tinha que estar na lista aí de cima?), o Yotam(amigo do Avi) e mais duas amigas deles que eu conheci ontem. Se agregaram dois Danis paulistas.

Entrei no pique das amigas dos meninos e fomos de shots de Jameson. Não demorou muito e o barman comoçou a nos 'mimar' (esse é o verbo que se usa em hebraico, rs). Aí já era. Voltando (eu acho que ainda estou um pouco bêbada), o tempo foi passando e fui conhecendo várias pessoas no bar. Infinitamente mais falante, se é que isso é possível. Vamos pular essa parte e também a parte que o Avi me trouxe pra casa e me colocou na cama, deprimente. Eu sempre odiei cuidar de bêbado! Não sabe brincar, não desce pro play.

Já de pijama, bêbada, deitada na cama, inventei fazer arte. Nathalia, prazer.
Quem me veio à cabeça? Meu desaparecido Sujinho. Pois é, senhoras e senhores, não foi à toa que esse blog parou de dar notícias do meu melhor amiguinho especial dos últimos tempos. Ele simplesmente parou de me atender. Quase um mês sem vê-lo.

Ontem, às 4 da manhã, eu resolvi que ele ia me atender. E atendeu. Não sei quem estava mais pra lá. Disse que estava puto porque eu não parava de ligar e que não ia vir. Quê?! Talvez eu ainda seja um pouco mimada, odeio escutar não. Mas quem gosta? Ainda bem que eu sou determinada. Ele me fez prometer que seria a última vez e chegou em menos de 5 minutos.

Me contou que já tem passagem comprada. Fiquei sóbria na hora. A situação piorou quando ele disse que embarca pra Londres dia 6 de dezembro, em 3 semanas. Perguntei se ela ia, ele disse que não sabia ainda. Perguntei para quando estava marcada a volta, ou pra quanto tempo a passagem estava aberta... Ele respondeu que não tem passagem de volta, quer ficar pelo menos um ano fora e que não tem o que fazer aqui.

Levantei e fumei um cigarro. Na verdade, eu tenho que ficar feliz. Finalmente ele vai sair da minha vida, eu querendo ou não. Eu ainda disse que se ela não fosse, eu ia visitá-lo. Ele riu. Daí eu disse 'Você não sabe que eu sou maluca?`. Ele balançou a cabeça que sim, me pareceu realmente convencido.

Rapidinhas:
* A festinha de Bezalel foi show mesmo. Existem outros Sujinhos em Jerusa!

* A faculdade: Sinistro!!!

* Eis que estou de emprego novo, profissão antiga: Voltei a ser garçonete num café aqui perto de casa. Shit!

* Eu vou fazer greve de posts se vocês não começarem a deixar recados pra mim. Eu sei que vocês entram, lêem e caem fora. Deixem um oi, pô!

3 Comments:

Anonymous Gi said...

Oi pô!!! hehehehe Adorei! Estava inspirada hein minha amiga... Que bom que agora você vai ter paz aí na terrinha, sem esse amigo mal-assombrado! Parabéns pelo novo-velho emprego!! E em relação à solteirice crônica... vai passar.. claro que depende um pouquinho de vc... mas todo filho de Deus tem sua vez!! Te amo! Boa semana! Gii

1:46 AM  
Anonymous Anônimo said...

OI!!!
So pra nao escutar reclamacao depois, hahahahahaha
Beijos,
Deia

2:43 PM  
Anonymous Renata said...

Ooiiii!!! Concordo com a Gi. Vc estava inspirada, hem?!
Olha, esse post está muito Sex and the city, rsss... E eu poderia ser uma do quarteto. Triste constatação...
Bjos!

2:50 AM  

Postar um comentário

<< Home